#Refletindo# Desabafo

16 junho 2011

    Como continuar vivendo depois de tanta coisa ruim acontecendo? Na verdade é bem díficil, pois a vida toda segui imaginando que o mundo um dia iria me recompensar por ter sempre seguido o caminho do bem e que acreditar na inocência e na lealdade das pessoas, sempre seria mais válido, mas infelizmente a vida nos dilacera o coração, cada vez que nos faz enxergar que inocência e lealdade só existem nos sonhos, pois a realidade é bem diferente do que nós imaginamos, ou pelo menos sonhamos.
    E pensar que fui simples, que me dediquei as amizades, que abri meu peito expondo meu coração... E pensar que gostei de verdade, que senti tristreza, que pensei nos problemas, tudo isso para ser deixada de lado, ser trocada por meros instantes de felicidade quando eu poderia ter oferecido muito mais. E pensar que toda minha caminhada se resume em imensos tropeços que damos nas guias das calçadas, e que muitas vezes nem fazem diferença alguma, mas se juntarmos todos os pedacinhos que eles foram arrancando de nós ao longo da estrada, saberemos que nos falta muito e, que este muito ficou grudado nas pedras, nas guias, nas calçadas das ruas que atravessaram a avenida de nossos corações.
   Imaginar que nunca vali nada, que ao dar as costas era apunhalada e mesmo quando recebia sorrisos, por dentro eram faíscas de indiferença que realmente existiam.
    Sonhar com um mundo puro? Infelizmente... tudo utopia, já que o mundo a tempos foi corrompido e as pessoas se deixaram lambuzar pela sujeira mais suja que existe na face da terra: a falsidade...
    Querer alianças? Como? Se agora é cada um por si, numa selva de competições que vem arrancando de nós o que achavamos que era para sempre...
    Dormir sossegado? Impossível! Se ainda restam vestígios de uma mágoa sem fim, se meu sorriso se apagou, se minha alegria é tão mínima e se infelizmente minha esperança é apenas um rabisco em folhas soltas imersas as inúmeras lágrimas que já derramei sobre elas.
   Seguir adiante? Sempre! Pois a vida não para e mesmo ela sendo cruel, ainda tenho que juntar os cacos todas as vezes que ela os separa e tentar ser forte para que eu consiga me manter firme quando o vento passar  e não deixar que ele leve para sempre o único vestígio de esperança que ainda me resta!
   É dificil acreditar, mas o mundo ainda tem chance de mudar e as pessoas também, por isso eu acredito, afinal sou filha de um ser (DEUS) maior que este mundo de injustiças e corrupções!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante pra mim e sempre muito bem vinda, mas fique atento às observações quanto aos comentários:
- Comentários contendo só divulgações, avisos de memes/selinhos serão removidos (para este fim, utilize o formulário da página de CONTATO ou deixe recado no
FACEBOOK);
- Comentários ofensivos, racistas ou que contenham palavras de baixo calão também serão excluídos;
- Comente apenas algo relacionado ao post (para outros assuntos utilize o formulário da página de CONTATO);
- Se quiser que eu visite, siga ou comente no seu blog/site, basta deixar o link no fim do comentário, que com certeza retribuirei;
Feito isso, fique a vontade para comentar nos posts e voltar sempre que quiser. Obrigada!